Breves

Relatório pedido por PSD mostra que preço dos combustíveis desceu em 2016

abast-crist
Comments (6)
  1. Virgilio Neto says:

    A receita fiscal com o ISP diminuiu? Mas o dinheiro no meu bolso também diminuiu e até posso ter pago menos imposto! O que interessa é o que teria a mais se não fosse criado o imposto excepcional porque o efeito do decréscimo da baixa do preço do petróleo se transferiu para o Estado! E se a receita arrecadada com o ISP diminuiu não foi porque a Geringonça resolveu devolver rendimento aos portugueses neste campo…pode ter sido porque as quantidades consumidas diminuíram, porque o preço base diminuiu ou as duas em conjunto ou até pode ter acontecido que a quantidade consumida tenha aumentado mas o efeito da descida do preço tenha sido maior. …enfim, cada um lê como quer as coisas.

    1. Geringonça says:

      Caro Virgílio, não foi a receita fiscal que diminuiu, foi mesmo o preço final (PVP) da gasolina e do gasóleo.
      relatorio-utao

  2. Miguel says:

    esse relatório explica o que aconteceu em 2014–2015?
    não consigo encontrar explicação…

    http://miguelmaia.tumblr.com/post/159368767154#.WPTnKXrOXqA

  3. Tiago Henriques says:

    Vocês são só mesmo um bocadinho facciosos.. Vocês misturam uma data de coisas para tentar justificar o injustificável.. Efectivamente o preço dos combustíveis desceu, mas foi os “queridos” mercados que baixaram a cotação do petróleo…

    Relativamente ao saque de IMPOSTOS é fácil ver que foram ao bolso:
    GASOLINA 2015 0,885€/Litro
    GASOLINA 2016 0,923€/Litro +4 cent/Litro

    GASOLEO 2015 0,621€/Litro
    GASOLEO 2016 0,660€/Litro +4 cent/Litro

    Ou seja, este governo aumentou os impostos em 4 cent/litro (e foram s´ó 4 cent porque como o preço base foi baixo a incidência foi igualmente baixa). Não vale a pena virem tentar ensinar/toldar a visão às pessoas!

    1. Geringonça says:

      Tiago, a conclusão brilhante a que chegas já consta do nosso artigo, que pelos vistos não leste com a atenção devida: “a queda do preço do barril de petróleo em 2016 foi superior ao aumento efetuado ao nível do ISP, fazendo com que o preço médio de venda ao público dos combustíveis de tenha reduzido face a 2015”.

      Em segundo lugar, o que o relatório da UTAO diz é que o PVP médio desceu em 2016 face ao ano anterior, não há nada de faccioso nessa conclusão – as pessoas abastecem o carro várias vezes durante o ano e faz todo o sentido comparar os valores médios. Repara que até o insuspeito Negócios corrobora essa conclusão: http://www.jornaldenegocios.pt/economia/impostos/detalhe/combustiveis-ficaram-mais-baratos-apesar-do-aumento-de-impostos

  4. Boda says:

    A única conclusão que realmente existe nessa treta toda é que a carga fiscal aumentou o resto é a politiquice da treta a olhar do ponto de vista que lhe interessa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Geringonça

© Geringonça 2016