Breves

Obama pede à Europa o fim da austeridade

ob
Comments (3)
  1. Ricardo says:

    Mas, segundo a Merkel e o bem amado Coelho, Cavaco e demais acólitos da Troika, a austeridade não era suposto gerar crescimento? Não abdicamos nós, forçosamente mas vá…, do nosso estado social em prol dessa magnífica panaceia austera, que supostamente iria colocar a economia portuguesa nos eixos depois dos desbaratos feitos com tanto subsídio de desemprego e empresas nacionais?
    Cada vez percebo menos disto… Agora a austeridade não funciona? Mesmo com prémios nóbeis da economia (mas o que é que eles percebem disso não é?) a anunciar a sua inutilidade e perigosidade, nós acreditamos na elite financeira europeia, que perante o sucesso e o aumento da qualidade de vida na Grécia, nos convenceram disso. Afinal não serviu para nada?
    Infelizmente o Obama, como o típico presidente democrata, essa direita não republicana, espera sempre até ao últimos meses do mandato para manifestar as suas verdadeiras opiniões e mostrar que os democratas afinal são um bocadinho melhor que os republicanos nestas coisas da igualdade social, ainda que ambos rendidos ao mesmo capital. Não que servisse de muito mas podia ser que abrisse uns olhinhos..

  2. JOSE FERREIRA says:

    Não é “finantial”, é financial.

  3. manuel salgado alves says:

    O Sr. SCHÃUBLE tem de sair do Governo da Alemanha. É um homem do 4*REICH não dá UE.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Geringonça

© Geringonça 2016