Breves

Novas encomendas na construção sobem 13,5% face a 2015

const1
Comments (1)
  1. Efeeme says:

    É sempre bom analizar factos.
    Contudo, ainda é muito cedo para se fazer uma avaliação séria e isenta e, a meu ver, só lá para o final do ano isso poderá acontecer.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Geringonça

© Geringonça 2016